Motoclube “Mós Rolantes” inaugurou sede em Assentis

O motoclube da freguesia de Assentis “Mós Rolantes” comemorou no dia 29 de Abril de 2006 o primeiro aniversário com a inauguração da sua sede situada na Rua do campo de futebol, ali bem perto do Campo da Pinheira em Assentis.

 

A festa teve início às 10 horas da manhã com uma missa campal junto à sede do motoclube celebrada pelo Pe. António José Barreleiro, pároco da freguesia. O coro da Igreja Paroquial de Assentis animou a celebração. Os motards e restante população presente procuraram algumas das sombras do recinto de forma a evitar o sol que também marcou presença.

Na homilia proferida, o pároco referiu algumas palavras de circunstância: “É uma marca importante e uma paragem para analisar os objectivos que já atingiram e os que ainda pretendem fazer. O mais importante é a amizade que os jovens fazem neste espaço e a paixão comum que têm pelas motas”. Na reflexão que partilhou com os presentes disse ainda: “Certamente foram feitas muitas coisas boas. Para além do balanço efectuado é necessário imprimir uma nova coragem e forças para captar outras pessoas para estas actividades de lazer e pontos de encontro em que partilham a paixão pelas motas e fortalecem elos de amizade. Sintomático é também o facto de quererem lembrar dois jovens da comunidade de Assentis Pedro Cabeleira e Ismael Lopes falecidos em 2005 e que também partilhavam a paixão pelas motas”.

No entanto, o pároco deixou também um conselho: “Tudo isto é muito importante. Mas como vocês sabem as motas andam à velocidade que os condutores proporcionam, e muitas vezes esta, chama outros a gostarem de acelerar, pelo que é necessário muita prudência. Certamente, os vossos familiares ficam preocupados quando vos vêem sair de mota, dado que o perigo espreita a cada momento. Todo o cuidado é pouco, pelo que, têm que ter a consciência de que não é só montar em cima das motas, mas também devem pensar um pouco nos outros e principalmente nos vossos familiares”.

A terminar a homilia foi efectuado um momento de silêncio pelos dois jovens falecidos no ano anterior.

Terminada a celebração, foi descerrada a lápide alusiva à inauguração da sede. Ao lado um quadro recorda os dois jovens falecidos, Pedro e Ismael. Para além das fotografias, o quadro contém ainda o colete e o cartão de sócio nº 001 do motoclube que pertenciam a Pedro Cabeleira. Familiares e amigos estiveram presentes e a emoção foi generalizada.

Seguiu-se uma romagem ao cemitério localizado em Casais da Igreja, onde foram colocadas coroas de flores nas sepulturas dos dois jovens falecidos.

De volta à sede da associação, teve início o almoço que juntou inúmeros motards da freguesia, dos arredores e cerca de 20 motoclubes. Muitas pessoas também estiveram presentes, entre os quais, os membros da Junta da freguesia.

José Alberto Conde

Um dia agradável, com óptimas condições meteorológicas a proporcionarem uma festa com muita alegria e boa disposição. Um excelente serviço de bar onde não faltaram vários barris de cerveja para matar a sede num dia de muito calor.

A sede do motoclube é um grande contentor, o qual sofreu grandes transformações. Para além da pintura e da decoração, nele está incluído um bar e casas de banho. O exterior contém na parte frontal um espaço agradável para uma esplanada. Na parte de trás, várias azinheiras dão a sombra ideal para proporcionar momentos de lazer na época Primavera/Verão. Um espaço amplo, onde se respira ar puro e se mantém o contacto com a natureza. O espaço foi todo limpo, tendo sido preservadas as azinheiras e alguns arbustos. O espaço contém ainda várias mesas e bancos de madeira.

Depois do almoço, os motards realizaram um passeio pelas várias aldeias da freguesia. À noite, actuou a banda de Pop/Rock do concelho de Ourém “The Peorth”.

O «Fruto da Notícia» falou com o presidente do Motoclube, José Alberto Conde, de 40 anos que nos informou da origem e das actividades da associação.

Tudo começou com um grupo de amigos que frequentemente se reunia em encontros de motas os quais tiveram a ideia de comprar um contentor para dele fazerem a sede do motoclube.

Hoje já têm 52 sócios, a maioria dos quais pertence à freguesia de Assentis. Mas também existem da Chancelaria e até de mais longe.

O nome do motoclube teve por base os moinhos porque foi no snack-bar “Os Moinhos” que surgiu a associação “Mós Rolantes”.

Pedro Cabeleira, um jovem falecido em 2005 era um dos membros do grupo (sócio nº 1) que mais fazia pressão para a formação do motoclube. Com a sua morte, os amigos sentiram-se ainda mais unidos.

Há cerca de um ano que os sócios trabalharam na construção da sede. Para o efeito tiveram também a ajuda de alguns patrocínios.

Os motards percorrem o país e vão a encontros, aniversários, concentrações e tudo o mais que tenha a ver com motas.

Agora com a nova sede, o presidente “espera que os sócios se mantenham mais próximos uns dos outros”. De modo a dinamizar a sede vão tentar fazer escalas de serviço para os fins de semana. Uma das próximas actividades que terá o apoio do motoclube já está agendada para o dia 10 de Junho e consta da realização de uma prova de Paintball.

À pergunta, “Os motards são aventureiros?”, José Alberto responde que “todos têm as suas aventuras, uns mais aceleras que outros”

O motoclube “Mós Rolantes” já tem um sócio de Outeiro Pequeno: é o Vítor Manuel Vicente Gonçalves.

Sobre Fruto da Notícia

Jornal « Fruto da Notícia »
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s